A Câmara Legislativa premiará organizações e pessoas que se destacaram pela atuação em defesa dos direitos humanos em sessão solene na próxima segunda-feira (6), às 19h, no plenário da Casa, com transmissão ao vivo pela TV Câmara Distrital (Canal 9.3) e Youtube. O presidente da Comissão de Defesa dos Direitos Humanos, Cidadania, Ética e Decoro Parlamentar da CLDF, deputado Fábio Felix (PSOL), explica que o Prêmio Marielle Franco de Direitos Humanos é um reconhecimento público e oficial ao trabalho de defensores de direitos humanos em diversas áreas de atuação no DF.

Serão condecorados com diplomas e medalhas de honra ao mérito pessoas e entidades nas categorias Ativistas, Organizações da Sociedade Civil, Serviço Público, Trabalho Acadêmico, Jornalismo e Empresas. Nesta segunda edição do prêmio, figuram entre os indicados a Campanha Despejo Zero, o Projeto Dividir, o Núcleo de Direitos Humanos da Defensoria Pública do DF, a Unidade Básica de Saúde de Taguatinga e a revista Traços.

Marielle Franco

Segundo o deputado Fábio Felix, “a execução de Marielle foi um ataque direto à democracia”. Ele justifica: “São tempos duros para quem defende direitos humanos no Brasil e o prêmio é uma maneira de fortalecer o trabalho daqueles que defendem os direitos fundamentais”.

Eleita como vereadora do Rio de Janeiro para a legislatura 2017-2020, Marielle Franco foi assassinada em 2018, aos 38 anos. Sua atuação foi centrada na defesa dos direitos das mulheres e da população negra, vulnerável e periférica. De acordo com o Instituto Marielle Franco, ela trabalhou em organizações da sociedade civil, como a Brasil Foundation e o Centro de Ações Solidárias da Maré (Ceasm), e na coordenação da Comissão de Direitos Humanos e Cidadania da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). 
 

Agência CLDF