Uma Jovem que trabalhava como pedreira para pagar estudos se forma advogada!


Magalí trabalhou num canteiro de obras no Paraguai para pagar a faculdade de direito Foto: reprodução Facebook

A jovem Magalí Giménez, de 24 anos, conseguiu se formar advogada trabalhando como pedreira, para pagar os estudos e ainda ajudar a família.

Todas as despesas dela, que é de família humilde, vieram do canteiro de obras, em San Estanislao, no Paraguai.

A recém-formada compartilhou sua história nas redes sociais e mencionou que tem muito orgulho de seu desempenho acadêmico.

Redes Sociais

Magalí postou no Facebook sua história de superação.

A jovem contou que não teve dinheiro para poder cobrir todas as despesas que seus estudos exigiam, mas encontrou uma solução e passou a trabalhar como ajudante de obras do seu pai.

“6 anos atrás isso parecia inatingível, muitas pessoas até me disseram que eu não conseguiria. Apesar disso e como muitos jovens, decidi não desistir e ser persistente “, disse a estudante.

“Ainda me vem à memória aquele dia em que tive de pagar a primeira mensalidade da faculdade e não sabíamos como iria conseguir. Como o meu pai é pedreiro também, decidimos que para chegar a essa quantia ele não ia colocar ajudante e eu decidi ajudá-lo nesse trabalho…. Meus irmãos mais novos e eu decidimos trabalhar duro por vários meses para poder pagar essa mensalidade”.

Gratidão e conselho

“Hoje só tenho gratidão à minha família e a todas as pessoas que se tornaram anjos na minha vida para que hoje eu possa ser oficialmente advogada ”.

Além disso, a jovem lembrou que também passou por alguns obstáculos durante sua formação acadêmica, mas afirmou que “dão a este dia o sabor mais glorioso que poderia ter”, acrescentou.

Magalí também dá um conselho para outros jovens que passam pela mesma situação que ela.

“Só posso dizer que não desistam e que consegue quem perseverar. Juro perante Deus e a Pátria! Advogado inscrito no Supremo Tribunal de Justiça. Eu fiz isso!”, concluiu.



Magalí carregando tijolos em obras e hoje formada em direito Foto: reprodução Facebook

Com informações do Nation e site só Notícia Boa