Vagas são no Cemi Cruzeiro, CED Stella dos Cherubins de Planaltina, CED 2 do Cruzeiro e Escola de Música

A Secretaria de Educação oferece mais 1.048 vagas de educação profissional e tecnológica, na modalidade presencial, em mais quatro unidades escolares da rede pública. Os editais foram publicados no Diário Oficial do Distrito Federal dessa quarta-feira (3). Considerando os editais que já haviam sido veiculados, são 11 escolas com vagas abertas. Os cursos começam no primeiro semestre de 2022.

As inscrições de todos os cursos serão realizadas pelo site da secretaria, de 23 de novembro até o dia 5 de dezembro. Todas as escolas oferecem vagas de ampla concorrência e para pessoas com deficiência ou transtorno do espectro autista, conforme a descrição dos editais.

Centro de Ensino Médio Integrado (Cemi) do Cruzeiro, o Centro Educacional (CED) Stella dos Cherubins,  de Planaltina, e o CED 2 do Cruzeiro abriram vagas para cursos de técnico em informática e de serviços públicos integrados à educação de jovens e adultos.

Já no Centro de Educação Profissional Escola de Música de Brasília (CEP-EMB) há vagas para cursos técnicos de nível médio e para formação inicial e continuada (FIC). A unidade oferece oportunidades para aprender ou se aperfeiçoar no estudo de acordeon, arranjo, bateria, canto erudito, cavaquinho, contrabaixo, guitarra, percussão, piano, saxofone e violão, entre outros.

É importante que o candidato verifique nos editais de abertura os pré-requisitos e as condições para ocupar as vagas.

Apenas o edital para o Cemi Gama ainda não foi publicado, o que irá ocorrer nos próximos dias. O Diário Oficial do DF de 28 de outubro trouxe os seguintes editais: Centro de Educação de Jovens e Adultos e Educação Profissional a Distância de Brasília (Cejaep); Centro de Educação de Jovens e Adultos da Asa Sul (Cesas); e Centros de Educação Profissional (CEPs) Escola Técnica de Planaltina; Escola Técnica do Guará Professora Teresa Ondina Maltese; Escola Técnica de Brasília; Escola Técnica Deputado Juarezão, em Brazlândia, e Escola Técnica de Ceilândia.

 Com informações da Secretaria de Educação