Os participantes da audiência pública da Câmara Legislativa, na noite desta quarta-feira (17), apoiaram a denominação "Praça da Rosa" para o logradouro público localizado na frente da SHCES 1303 do Cruzeiro Novo, em homenagem a Rosa de Oliveira, dona do “Kiosky da Rosa”, que faleceu neste ano em decorrência de complicações da Covid-19.

O autor da proposta (PL 2011/2021), deputado Reginaldo Sardinha (Avante), salientou que a homenagem atende a uma reivindicação da comunidade local e dos frequentadores do “emblemático Kiosky da Rosa”, tradicional espaço democrático que reunia, desde a década de 1980, pessoas de todo o DF com diversidade de estilos. 
“A praça é uma forma de mantermos viva a memória da Rosa e homenagearmos essa guerreira”, afirmou Sardinha.

O parlamentar destacou o carisma e a trajetória de Rosa de Oliveira, que começou vendendo balas e finalizou sua carreira como uma comerciante de sucesso, chegando a empregar trinta funcionários.
Emocionada, a esposa da homenageada, Rosilma Lucena, agradeceu o reconhecimento. “A Rosa gostava do que fazia, era apaixonada pelo povo do Cruzeiro; ela é merecedora desse carinho”, atestou. Por sua vez, a comerciante Claudia Gabriela Nascimento descreveu o empreendedorismo de Rosa e manifestou apoio ao projeto.

Do mesmo modo, o administrador do Cruzeiro, Luiz Eduardo Pessoa, exaltou a proximidade existente entre Rosa e a comunidade local. “Vamos homenagear uma pessoa que tem identificação e simboliza o Cruzeiro; foi uma escolha extremamente acertada”, declarou.

Com tradução simultânea em Libras, o evento foi transmitido ao vivo pela TV Distrital (canal 9.3) e Youtube, onde usuários publicaram comentários em apoio à proposta e elogios à homenageada.

Legislação
De acordo com a legislação local (Lei 4.052/2007), a alteração de nomes de logradouros e monumentos públicos deve ser ratificada por meio de audiência pública. O projeto, agora, irá para análise das comissões e do plenário, de onde seguirá para apreciação do governador.

Franci Moraes - Agência CLDF