Um homem de 32 anos foi preso em flagrante, na manhã desta segunda-feira (18), após uma mulher ligar para a Polícia Militar e denunciar que estava sendo mantida em cárcere privado e estuprada desde sábado (16). A vítima de 19 anos ligou para o 190 e fingiu pedir um hambúrguer, para que ele não percebesse. O caso ocorreu na QR 402 de Samambaia. 

Segundo o operador do 190, era possível ouvir a voz de um homem ao fundo, dando a entender que estava ameaçando-a.

Ao chegar no endereço, a equipe policial do 11º Batalhão encontrou a solicitante chorando bastante. Ela relatou que era amiga do homem, proprietário da residência, e que foi para a casa dele no sábado. A partir de então, o autor a forçou a ter relações sexuais não consentidas, durante todo o fim de semana, não deixando ela sair da residência ou fazer contato com ninguém.

A mulher disse que conseguiu pegar o celular para supostamente pedir um hambúrguer, momento em que ligou para o 190 sem que ele percebesse.

O agressor, que estava em prisão domiciliar por delitos anteriores, foi detido e autuado pelos crimes de estupro e cárcere privado na 26ª DP. 

Equipe: soldados Jaerley e Salerno.

Com informações da PMDF

registrado em: ,