Programa ‘Criança Feliz Brasiliense’ ganha reconhecimento durante cerimônia de encerramento do Mês da Primeira Infância

O Distrito Federal está entre as cidades homenageadas pelo governo federal pelas ações realizadas em atenção à primeira infância. A secretária de Desenvolvimento Social, Mayara Noronha Rocha, foi condecorada durante a solenidade de encerramento ao Mês da Primeira Infância, promovida pelo Ministério da Cidadania.

“Estamos felizes em ver a condução do trabalho da equipe do DF. Inclusive, vimos o esforço em aumentar o número de famílias atendidas, passando para 3.200”Luciana Siqueira Lira, secretária nacional de Atenção à Primeira Infância do Ministério da Cidadania

O reconhecimento se deu pelo trabalho desenvolvido à frente do programa Criança Feliz Brasiliense, tornando o DF uma cidade modelo na implantação de políticas públicas para o público infantil. A cerimônia foi realizada nesta terça-feira (31).

“Estamos muito felizes em ver a condução do trabalho da equipe do DF. Inclusive, vimos o esforço em aumentar o número de famílias atendidas pelo programa, passando para 3.200, e isso é muito importante”, disse a secretária nacional de Atenção à Primeira Infância do Ministério da Cidadania, Luciana Siqueira Lira.

A gestora nacional ressaltou ainda que “essa parceria com o DF vem acontecendo durante todo o ano, um trabalho incrível. A nossa ideia é ampliar essas ações, para que a capital federal seja modelo para os demais estados.”

Mayara Noronha Rocha comemorou o reconhecimento. A secretária distrital destacou a importância do governo em investir em políticas públicas voltadas à primeira infância: “Uma gestão que não investe no desenvolvimento infantil terá uma geração que se perde, fica sem referências.”

A secretária nacional de Atenção à Primeira Infância do Ministério da Cidadania, Luciana Siqueira, e a secretária Mayara Noronha Rocha: “Que a capital federal seja modelo para os demais estados” | Fotos: Renato Raphael/Sedes

“Os primeiros três anos de vida são fundamentais e vão definir o resto desse ciclo de vida desses indivíduos”, explicou Mayara Noronha, destacando o trabalho das equipes do Criança Feliz Brasiliense, que foi ampliado para 16 regiões administrativas. “Iniciamos com oito RAs. Agora, estamos dobrando esse número, para ampliar ainda mais as visitas domiciliares.”

27.645
atendimentos foram feitos pelo Criança Feliz Brasiliense em 2020

Temos como meta atender os mais vulneráveis entre os mais vulneráveis. Até porque uma criança que tem um cuidado responsivo, que tem a segurança de saber que há um cuidador ali por ela, torna-se muito mais confiante e tende a se arriscar mais na exploração do mundo. É a criança sendo apenas criança”, destacou a secretária.

Programa distrital

O programa Criança Feliz é considerado uma das seis iniciativas mais inovadoras do mundo no enfrentamento aos desafios globais da educação. No DF, o programa Criança Feliz Brasiliense é coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) e já acompanhou 1,6 mil crianças e mães em 2020, quando foram realizados 27.645 atendimentos.

“O programa Criança Feliz Brasiliense atende famílias com filhos de 0 a 6 anos de idade, contribuindo com o desenvolvimento neurológico, cognitivo, psicomotor e emocional das nossas crianças”, destacou Mayara.

Durante o Agosto Verde, mês dedicado à primeira infância, a gestão do programa desenvolveu diversas atividades para debater a temática. Foram realizadas lives para explicar o programa e suas ações e o Palácio do Buriti foi iluminado na cor verde, como forma de chamar atenção da sociedade sobre a importância do desenvolvimento das crianças nos primeiros seis anos de vida.

Também foi realizado o VII Festival Internacional de Artes Cênicas para a Primeira Infância, que teve uma apresentação de peça teatral exclusiva para famílias atendidas pelo programa Criança Feliz Brasiliense.

Para mais informações sobre o programa acesse o site criançafelizbrasiliense.gov.br.