Religioso, de 95 anos, estava internado com covid-19 desde 17 de setembro em hospital particular na Asa Sul

“Brasília perde um de seus maiores guias religiosos com a morte de D. José Freire Falcão. À frente da Arquidiocese de Brasília por 20 anos, ele liderou várias obras pastorais, apoiando famílias carentes e foi o responsável pela criação de uma série de paróquias, fortalecendo a presença da Igreja Católica entre nós.

Me solidarizo com a família e com os cristãos de um modo geral pela perda, na esperança que a história de vida e o exemplo humanístico de D. José Freire Falcão frutifiquem e ajudem a fazer uma sociedade mais justa”. 

Governador Ibaneis Rocha