Em homenagem ao ex-deputado distrital Odilon Aires, o estádio do Cruzeiro mudará de nome. Localizado atrás da feira permanente da cidade, o estádio receberá o nome do político, falecido no ano passado. Em sessão extraordinária remota nesta quarta-feira (14), a Câmara Legislativa aprovou o projeto de lei nº 1.929/2018, do deputado Rafael Prudente (MDB), que faz a homenagem. A proposta foi aprovada em segundo turno e redação final, com a presença de 13 deputados e a abstenção do deputado Leandro Grass (Rede). Segue agora à sanção do governador Ibaneis Rocha.


Falecido no início de outubro de 2020, aos 69 anos, o homenageado era figura muito querida entre os políticos de Brasília. “Em memória ao nosso querido Odilon Aires, com o intuito de resgatarmos as lembranças e homenagear esse homem guerreiro, que teve uma atuação expressiva na política do DF”, justificou o autor da proposta.

​​​​​​​Economista, ex-deputado distrital por quatro mandatos e um dos fundadores do MDB, Aires também lutou pela autonomia política do DF. Foi ainda secretário de Assuntos Fundiários e administrador do Cruzeiro, e entre os vários feitos de sua gestão estão o Viaduto Ayrton Senna, a passarela do Ceasa e a urbanização do Cruzeiro na via EPIA. Desde 2015, ele sofria de esclerose lateral amiotrófica (ELA), doença degenerativa que ainda não tem cura.

Luís Cláudio Alves - Agência CLDF