Martins Machado, autor da proposta, argumenta que a prática esportiva auxilia no combate de doenças, em especial, aquelas que aumentam a letalidade do Covid-19, como a diabetes e a hipertensã

Foi aprovado em segundo turno, na sessão ordinária da Câmara Legislativa desta quarta-feira (27), o PL 1.211/2020, que reconhece as atividades de academias de esporte de todas as modalidades, como serviços essenciais para a população do Distrito Federal. De autoria do Deputado Martins Machado (Republicanos), a proposição teve voto contrário apenas do deputado Fábio Félix (Psol).

"A prática esportiva é a principal aliada para uma vida mais saudável, sendo responsável diretamente na proteção e no combate de doenças, em especial, doenças que aumentam a letalidade do Covid-19, como a diabetes e a hipertensão”, argumentou o autor em sua justificativa.

O texto original previa mais atividades comerciais como essenciais à população, o que incluía serviços de estética e estúdios de pilates. O próprio autor, no entanto, apresentou um projeto substitutivo restringindo, nos casos de calamidade, o reconhecimento às academias.

Mario Espinheira - Agência CLDF