Localizado no Museu Histórico da cidade, o CAT é o único neste formato e visa fortalecer o turismo local


Planaltina, a cidade mais antiga do Distrito Federal, completou nesta quinta-feira (19) 162 anos. Foi nela que a Missão Cruls lançou a Pedra Fundamental, em 1922, durante os estudos para a construção de Brasília. Por ser centenária, a cidade guarda grandes tesouros arquitetônicos, como um casarão construído no século 19, que abriga, desde 1974, o Museu Histórico e Artístico.


Em comemoração ao aniversário da cidade, a secretária de Turismo do DF, Vanessa Mendonça, e o administrador regional, Célio Rodrigues, inauguraram o primeiro Centro de Atendimento ao Turista (CAT). No Distrito Federal, é a única unidade deste tipo localizada dentro de um museu – o Museu Histórico e Artístico.  

“Planaltina merece todo o nosso reconhecimento, trabalho e amor e, pelo olhar do turismo, vamos resgatar toda a cidade, por tudo o que ela representa, pela sua história. Neste momento de inauguração do CAT, que é muito importante para turismo local, estamos lançando também o mini guia de Planaltina, que se chama Planaltina na Rota do Turismo, em português e inglês. Ele está disponível na versão virtual em nosso site, com imagens pelo Google Earth, para a população do país e do mundo acessar”, declarou a secretária Vanessa Mendonça. 



Parceria

O Administrador Célio Rodrigues ressaltou a parceria com a Secretaria de Turismo do DF (Setur-DF) para a valorização do patrimônio histórico e do desenvolvimento local. “Planaltina sempre foi importante, um dos principais pontos que recebeu a Missão Cruls. Temos aqui a Pedra Fundamental, que é um marco histórico por ser o primeiro monumento construído no Distrito Federal. Assim, temos essa importância e estamos trabalhando para, cada vez mais, desenvolver o nosso turismo, nossa cultura e trazer emprego e oportunidade. Para isso, a parceria com a Secretaria de Turismo é fundamental”, destacou o administrador. 


O deputado distrital Claudio Abrantes prestigiou a comemoração e destacou o trabalho que vem sendo realizado na Região Administrativa. "Planaltina consegue, na sua maneira generosa de ser, abrigar, acolher e fazer com que todas as pessoas que tiveram algum contato, se apaixone por ela”. O parlamentar ressaltou o trabalho da Secretaria de Turismo do DF em potencializar o Turismo. “A secretária Vanessa Mendonça se tornou uma grande amiga e tem ajudado muito a potencializar uma característica que a cidade sempre teve, que é o turismo. Ela está sempre por aqui com a sua expertise, capacidade e com carinho cuidando da nossa cidade. Obrigado secretária", afirmou o deputado.

Outra aniversariante do dia, Nilda Pedroso de Sousa, moradora de Planaltina, estava presente na cerimônia e reconheceu o crescimento e desenvolvimento da região ao longo dos anos. "Sou moradora e fazer aniversário no dia do aniversário da cidade é um presente.  Aqui estudei, me formei e é com muito carinho que vejo o crescimento de Planaltina. Fiquei muito feliz com a fala da secretária de Turismo trazendo novos empreendimentos como o conselho de Turismo, agradeço as pessoas que estão investindo aqui, agora temos faculdades, bom comércio e segurança, fico muito feliz", comemorou a aniversariante.

Missão dada é missão cumprida

Celio Rodrigues disse que o turismo religioso é muito forte na região e que todo esse patrimônio cultural deve continuar sendo preservado com ações de fortalecimento. “Temos a Festa do Divino, a Via Sacra, o Dia do Doutrinador do Vale do Amanhecer, todos são atrativos de grande público, e a Setur tem nos fortalecido e ajudado a desenvolver um trabalho de acolhimento ao turista”, informou o administrador de Planaltina. 

Segundo a secretária Vanessa Mendonça, o trabalho conjunto com todos os órgãos e secretarias é resultado de uma determinação de governo. “O nosso governador Ibaneis Rocha nos pede e nos orienta sempre para estarmos cada vez mais perto da população e fazendo entregas. Assim, cada vez mais vamos olhar para a população de Planaltina, divulgar a cidade e torná-la cada vez mais acolhedora”, garantiu a secretária.

Outra ação para qualificar o turismo local foi a entrega de sete vias da Carteira Nacional do Artesão, uma delas para 30 bordadeiras rurais que trabalham com temas do Cerrado. O artesanato é um dos mais importantes produtos associados ao turismo, pois expressa a alma da região. A artesã Vitória Régia Martins Melo recebeu a sua carteira durante a inauguração do CAT e falou em nome de todas as bordadeiras contempladas. “Eu queria agradecer em nome das outras bordadeiras que não puderam vir, somos trinta mulheres da área rural de Planaltina e o nosso foco de bordado é o Cerrado. Então, nos procure porque a gente borda com amor enorme as coisas do Cerrado e que representam o DF”.

A Carteira Nacional do Artesão (CNA) é emitida pela Setur-DF, de acordo com as diretrizes do Programa do Artesanato Brasileiro (PAB), coordenado pelo Ministério da Economia. A CNA é a certificação da qualidade do artesanato produzido e permite ao artesão participar de todas as feiras locais e nacionais, que tenham a participação da secretaria. 

Muitos atrativos

Por suas características, Planaltina oferece muitos segmentos turísticos, além do histórico, arquitetônico, religioso, gastronômico, é muito forte no turismo rural. Por isso, a região está na Rota do Cavalo, Rota do Cerrado e na Rota do Enoturismo. A antiga Mestre d’Armas é hoje um importante polo do agronegócio do DF.

Além de receber o CAT, a cidade instituiu também o Conselho de Turismo. O presidente da entidade, Aron Henrique, falou sobre a expectativa de atrair visitantes a partir do serviço de orientação e suporte aos turistas. "O turismo nas Regiões Administrativas antes da gestão da Secretária Vanessa era desordenado. Quando o governo vem e sinaliza para a população e para os visitantes que Planaltina tem um CAT, ele sinaliza a rota do turismo, ele aponta para onde as pessoas devem ir. Aí a gente começa a ter uma expectativa de que, por meio dessa sinalização do governo, Planaltina vai passar a receber um fluxo mais significativo, mais ordenado e poderemos mensurar a atividade turística", observou o turismólogo.

Filho de Planaltina, Salviano Guimarães, primeiro presidente da Câmara Legislativa do DF, disse que a instalação do CAT no museu vai estimular a implantação da revitalização da antiga praça central, no Centro Histórico da cidade, em frente ao casarão que era de seu avô e que leva o nome dele, Cel. Salviano Monteiro. “Me hospedei muitas vezes aqui, quando era criança e vinha passar férias”, lembrou o ex-deputado distrital. Para ele, o novo olhar do turismo implementado pela Setur-DF está alavancando todos os segmentos econômicos da cadeia turística em Brasília “e graças ao empenho da secretária Vanessa chega com força a Planaltina.”

“O CAT vai ressignificar o receptivo turístico em Planaltina. Os visitantes que chegarem aqui, a partir de agora, serão orientados a explorar os atrativos turísticos da cidade com informações detalhadas. É prioridade do nosso governo estruturar, capacitar e promover os atrativos turísticos das nossas regiões administrativas” finalizou a secretária Vanessa Mendonça.

Da redação com informações da Comi8nicação da SETUR