Na data de hoje, 11, uma equipe da DPCA, acompanhada de Perito Criminal, deu cumprimento a um mandado de busca e apreensão. Ao chegar ao endereço, os policiais bateram palmas para fraquear a entrada, porém de dentro do imóvel o investigado xingava a equipe e foi necessário o arrombamento para entrada.

Durante o cumprimento do mandado, foi localizado, no quarto do preso, grande quantidade de material pornográfico, dentre revistas e fotos impressas, inclusive foto de criança. Foi apreendido um notebook, um celular e um HD externo. Ainda na residência do alvo, em breve verificação do notebook, o Perito Criminal encontrou fotos e vídeos pornográficos envolvendo crianças, de sorte a ser dada voz de prisão e encaminhado à DPCA.

Na especializada, em varredura aos eletrônicos apreendidos, o Perito Criminal localizou cerca de 260 gigas de arquivos em fotos e vídeos de pornografia infantil. O denunciado armazenava fotos e vídeos pornográficos envolvendo adolescentes.

Por se tratar de crime permanente na modalidade "armazenar", a equipe policial efetuou a prisão em flagrante do investigado pelos crimes do art. 241-B do ECA (lei nº. 8.069/90). O preso desobedeceu a ordem legal da equipe, além de menosprezar os funcionários públicos, incidindo em concurso material dos crimes de desobediência e desacato.

 Da redação com informações da Assessoria de Comunicação/DGPC

Nossa missão é investigar