Evento faz parte da Comemoração do 75° aniversário da independência da Índia; vice-governador Paco Britto participou da largada

As ruas de Brasília, na manhã deste domingo (15), foram tomadas por cerca de 200 ciclistas que participaram do Circuito de Ciclismo de Amizade Índia-Brasil, como parte das comemorações do 75° aniversário da independência da Índia. O evento teve início na Embaixada da Índia, no Setor de Embaixadas Sul, e terminou no mesmo local, contando com duas rotas – 25 km e 75 km.

Presente ao evento, o vice-governador Paco Britto foi recebido pelo embaixador da Índia, Suresh Reddy, e sua esposa, a embaixatriz Sneha Reedy, que o presentearam com a camiseta alusiva ao circuito e um livro indiano. Paco deu a largada aos dois grupos de ciclistas, onde participaram o embaixador; a secretária de Turismo, Vanessa Mendonça; membros da comunidade diplomática; ciclistas amadores e profissionais, inclusive estrangeiros, e famílias com crianças.

O vice-governador Paco Britto e a secretária de turismo, Wanessa Mendonça, foram recebidos pelo embaixador da Índia, Suresh Reddy, e sua esposa, a embaixatriz Sneha Reedy na comemoração dos 75 anos da independência da Índia | Foto: Vinícius Melo / Agência Brasília

Antes, os participantes prestigiaram o momento solene no pátio da embaixada, com hasteamento da Bandeira e do Hino Nacional da Índia, sob “chuvas” de flores vermelhas. Representando o governador Ibaneis Rocha, Paco Britto ressaltou a amizade na relação entre os dois países.

“Segundo o dicionário, a amizade pode ser definida como um sentimento de simpatia recíproca. É como vejo essa relação entre a Índia e o Brasil, e, especificamente, entre a Embaixada da Índia e o Governo do Distrito Federal”, frisou.

Em seu discurso, Paco falou ainda sobre a história comum entre a Índia e o Brasil. “Em comum temos, principalmente, os valores democráticos que cultivamos em nossa sociedade”, observou.

“A Índia tem uma longa história. O Brasil também. São histórias significativas sobre a luta pela independência e sobre heróis anônimos que contribuíram pela liberdade de um povo”.

O embaixador falou sobre sua alegria em poder parabenizar o povo da Índia pelo Dia da Independência, ressaltando a história, a cultura e as realizações do povo indu. “Muitas pessoas conhecidas e não conhecidas fizeram sacrifícios pela independência com seu atos heroicos”, ratificou.

Turismo

Paco agradeceu ao embaixador pelo convite, parabenizando o povo indu e sua rica cultura. Além disso, fez questão de enfatizar o fato de que o circuito colocará em destaque o turismo da capital federal. “O Circuito de Ciclismo de Amizade Índia-Brasil é um marco em nossa capital e muito me orgulho de fazer parte. Oportunidade esta que mostrará as belezas naturais de Brasília e todo potencial turístico que ela tem a oferecer”, concluiu.

Concordou com Paco o casal chileno de ciclistas, Ieorge Flores, 47 anos, e Lucia Larena, que participaram da rota de 25 km. Praticantes do esporte nos fins de semana, o casal mudou-se para Brasília em janeiro deste ano e ficou encantado com a cidade. “Adoramos Brasília. Hoje, é uma boa oportunidade para conhecer e também partilhar [os pontos turísticos com os visitantes]”, opinou o chileno, em um “portunhol”, após receber um “boa sorte” do vice-governador.

No trajeto de 75 km, estava o ciclista brasiliense amador Eleomar Ântonio Alves, 42 anos, que já tem o hábito de treinar pelas manhãs, com o grupo Ciclomaníacos 10, no Parque da Cidade. “Mas este é o primeiro evento comemorativo que eu participo. Está muito bonito e bem organizado”, ressaltou, após tirar fotos ao lado das autoridades e das famílias indu presentes.

Os trajetos dos ciclistas, que receberam kit de uniforme para participar do circuito, tiveram apoio do Governo do Distrito Federal (GDF), por meio do Departamento de Trânsito (Detran/DF); da Polícia Militar (PMDF); bem como de brigadistas e de uma empresa particular de segurança, que atua na cobertura de danos físico e material.

Com informações da Agência Brasília