Retomar obras paradas faz parte do trabalho do governo. Essa unidade estava abandonada desde 2015 e agora se somará às 12 UBSs já existentes na cidade

O Gama vai ganhar uma nova Unidade Básica de Saúde (UBS) para reforçar o atendimento à população da região sul. Após acordo entre o Governo do Distrito Federal (GDF) e a União, a estrutura será erguida em uma área de três mil metros quadrados onde funcionava o antigo Posto de Saúde nº 8, fechado desde 2015.

O terreno onde será construída a futura UBS nº 7 do Gama pertence ao governo federal, junto ao qual o GDF buscou uma solução para dar utilidade ao terreno abandonado e ampliar a oferta de saúde.

Abandonado desde 2015, prédio onde funcionava o Posto de Saúde nº 8 será todo reformado para abrigar a UBS |

Nesta terça-feira (11), o governador Ibaneis Rocha e o titular substituto da Superintendência do Patrimônio da União (SPU), Guilherme Maciel Antunes de Carvalho, assinaram o documento de guarda provisória do terreno, o que já permite a construção no local. O próximo passo são os ajustes técnicos para a Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) licitar a obra.

O secretário de Saúde, Osnei Okumoto, comemorou o acordo feito pelo GDF e o governo. “É importante esse investimento porque vai reforçar o atendimento a uma região carente, que tem uma procura grande pelos serviços prestados na atenção primária”, disse. “É mais uma ação do governador Ibaneis Rocha voltada para a melhoria da saúde, em um momento tão delicado que vivemos no enfrentamento à pandemia do novo coronavírus”.

O governador Ibaneis Rocha (C), durante a assinatura do documento | Foto: Renato Alves/Agência Brasília

Durante a assinatura do documento, o governador ressaltou: “Nós temos feito um trabalho de reformar estruturas que estavam abandonadas há muitos anos. É o caso deste posto de saúde do Gama, que vai ser transformado em uma UBS para reforçar o atendimento na região sul do DF. Tivemos o apoio e a boa vontade da União, que nos doou o terreno, e agora vamos tocar a licitação para iniciar essa obra em breve.”

Emendas parlamentares

Assim, o velho Posto de Saúde nº 8, abandonado desde 2015 e degradado pelo tempo e vandalismo, dará lugar à nova UBS nº 7.  A obra está estimada em R$ 6 milhões e será custeada, em parte, por emendas de parlamentares distritais.

“A cessão está em andamento”, informa Guilherme Carvalho. “Fizemos a guarda provisória já passando a área para o GDF para depois fazer a doação definitiva, daqui a dois ou três meses. A guarda provisória já dá direito ao GDF de interagir na área e construir a UBS. Somos parceiros do GDF e fizemos os trâmites andarem mais rápido.”

Esse bom relacionamento é destacado pelo secretário de Governo, José Humberto Pires, que lembra também o esforço coletivo dentro do GDF: “Nosso relacionamento com o governo federal é o melhor possível. Esse trabalho foi possível graças a uma ação em equipe do governo e vai ao encontro do que temos feito no sentido de atualizar os equipamentos públicos: restabelecer aqueles que estavam parados e construir novos”.

Com infrmações da Agência Brasília