DF imunizou uma média de 2,8 mil pessoas por hora no dia

No primeiro dia de vacinação para idosos com 67 e 68 anos, e da primeira etapa do novo grupo de profissionais de saúde, foram vacinadas com a primeira dose contra a covid-19 um total de 22.460 pessoas. Dessa forma, a Secretaria de Saúde já vacinou 259.877 pessoas com a primeira dose do imunizante.

Outras 800 pessoas receberam a segunda dose nesta sexta-feira (26). No total, já foram imunizadas com o reforço 72.519 pessoas até o momento.

Carlos Roberto, de 67 anos, foi um dos imunizados e comemorou. “Penso que a vacina é algo muito importante, uma conquista da humanidade contra essa doença”, afirmou.

Arnaldo Barbosa, de 68 anos, exaltou sua satisfação ao receber a primeira dose. “Estou muito feliz por ter sido vacinado contra essa doença que está assustando o mundo”. Ele agradeceu o atendimento recebido na UBS 2 da Asa Norte. “Parabenizo à equipe aqui da UBS da 114 Norte, eles foram sensacionais”.

A vacinação foi intensa durante todo o dia e a Secretaria de Saúde abrirá 13 pontos de vacinação para atender os idosos no final de semana. Os pontos funcionarão das 9h às 17h, no sábado (27) e no domingo (28). Confira quais são eles.

Doses recebidas

Nesta sexta-feira (26), o DF recebeu 45,8 mil doses de vacinas. Foram 38,8 mil da CoronaVac e 7 mil do imunizante de Oxford do laboratório AstraZeneca – essas adquiridas pelo Ministério da Saúde por meio do consórcio Covax Facility. Ao todo, são 446 mil doses de vacinas recebidas até o momento.

A CoronaVac tem intervalo de aplicação entre as doses de 14 a 28 dias e a vacina Oxford/AstraZeneca tem até 90 dias para aplicação do reforço.

Neste momento, podem receber a vacina idosos com 67 anos ou mais, profissionais de saúde do Instituto Médico Legal (IML) e aqueles com registro nos seguintes conselhos e entidades representativas: biologia, nutrição, educação física, fisioterapia e terapia ocupacional, fonoaudiologia, psicologia, técnico de radiologia, enfermagem, medicina, odontologia, biomedicina, veterinária, serviço social, farmácia e agentes funerários.

As entidades representativas dessas categorias deverão encaminhar a lista com nome, CPF e registro profissional dos beneficiados para a Secretaria de Saúde. Portanto, antes de agendar atendimento, é necessário conferir junto a essas entidades se o nome do beneficiado já foi enviado à Secretaria de Saúde. O agendamento será liberado após o recebimento dessas listas.

Com informações da Secretaria de Saúde