Balanço aponta alta procura nos postos de atendimento no primeiro dia de imunização de idosos entre 76 e 78 anos

No primeiro dia de vacinação para idosos com 76 anos ou mais, a Secretaria de Saúde vacinou 10,8 mil pessoas, com a primeira dose, nos 42 pontos de vacinação. Deste total, 4,3 mil agendaram a aplicação da primeira dose e 1.226 da segunda. O restante foi imunizado mesmo sem agendamento.

Ao todo, desde o início da campanha contra o coronavírus, 130.547 pessoas receberam a primeira dose do imunizante. E 43.226 receberam a segunda.

Os pontos de vacinação convencionais e por drive-thru continuarão oferecendo doses extras do imunizante para quem não conseguir agendar. Porém, a população deve dar preferência ao agendamento pela internet para evitar filas e aglomerações.

Neste momento estão sendo vacinas pessoas acima de 76 anos e grupos prioritários que não receberam a primeira dose| Foto: Breno Esaki/Agência Saúde

“Parabenizo o empenho de todos os servidores da Secretaria de Saúde para oferecer um bom serviço de vacinação para nossa população. Oriento que as pessoas continuem agendando a vacinação pelo site para, assim, evitarmos filas e aglomerações”, afirma o secretário de Saúde, Osnei Okumoto.

Agendamentos

Neste momento, o DF está vacinando pessoas com 76 anos ou mais, além dos demais integrantes do grupo prioritário que ainda não receberam a primeira dose do imunizante. Para vacinar, é preciso agendar dia, local e horário pelo site.

Para a próxima segunda-feira (1°/3), todas as 5.880 vagas para primeira dose foram preenchidas. Nessa data, a Secretaria de Saúde irá disponibilizar mais vagas para os dias seguintes. Osnei Okumoto pede calma à população. “Temos que ter tranquilidade e confiança no trabalho dos profissionais de saúde; além disso temos vacinas para atender o público-alvo”, orienta o secretário de Saúde.

O DF recebeu, na última quarta-feira (24) 25,5 mil doses da vacina Covishield, desenvolvida pela universidade inglesa de Oxford em parceria com o laboratório AstraZeneca e 11 mil da CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan, em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac.

No total, o Distrito Federal recebeu 240.060 doses dos imunizantes. Metade da remessa da CoronaVac (no total foram 173.560 doses) foi reservada para a segunda dose. Cinco por cento das duas vacinas são reservadas tecnicamente para repor eventuais perdas ao longo da campanha.

Com informações da Secretaria de Saúde