Pandemia, crise econômica, isolamento. Somando todas as catástrofes que moldaram 2020, parece que o ano foi muito mais longo do que os 365 dias marcados no calendário gregoriano.

Mas 2021 já chegou carregado de boas novas: além da possível vacinação em massa, nove feriados nacionais cairão em dias úteis, além de três pontos facultativos – Carnaval, Corpus Christi e Consciência Negra – sendo quatro em uma terça ou quinta-feira, facilitando a “emenda”.

Para quem gosta de comparações, 2020 teve sete feriados prolongados e dois pontos facultativos. Embora tenha tido menos dias, nem é necessário dizer que o proveito dessas folgas não foi o dos melhores.

Na tentativa de recuperar o tempo perdido, tramitam na Câmara dos Deputados diversos projetos de lei para criação ou incentivo de feriados.

O mais entusiasta é o PL 5129/20, que tramita na Câmara dos Deputados e pretende transformar em feriado nacional os dias 5 e 6 de julho de 2021 (segunda e terça-feira) e tornar o dia 3 de julho de 2021 (um sábado) em ponto facultativo.

A ideia, segundo o autor da proposta, deputado federal Luiz Antônio Teixeira Jr. (PP-RJ), é estimular os setores ligados ao turismo – um dos ramos mais prejudicados pela pandemia.

Por outro lado, há também quem não seja tão fã dos dias de descanso. Foram anexados ao PL 3797/19, de autoria do agora senador Dário Berger (MDB/SC) e em trâmite desde 2016, diversos novos projetos sobre a suspensão ou remanejamento de feriados.

Em suma, o projeto defende que as datas sejam comemoradas por antecipação na segunda-feira, para evitar emendas maiores – com exceção dos que caírem aos sábados e domingos.

Enquanto tudo isso é decidido na Câmara, você pode decidir o que quer fazer nos feriados se orientando por este calendário:

Feriados e pontos facultativos

JANEIRO
Com informações Cultura Alternativa