Policiais civis da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) prenderam, nesta terça-feira (22/12), um homem de 38 anos acusado de constituição de milícia privada, extorsão e porte ilegal de arma de fogo. A prisão foi possível após Serviço de Inteligência e monitoramento da especializada.

Segundo as investigações, o criminoso é o braço direito do chefe da milícia que atua na região de Ouro Verde e Canaã, na localidade de Comendador Soares, em Nova Iguaçu. Ele, inclusive, foi preso por agentes da DHBF, em setembro, por crime de homicídio, além de ser acusado de articular o sequestro e o assassinato do cantor de funk Mc Poze pelo valor de R$ 300 mil.