Centenário de Seu Teodoro — Foto: Webert da Cruz/Divulgação
Celebrações incluem apresentações em feiras populares, álbum e série documental. Mestre morreu em 2012, mas deixou como legado grupo de manifestação cultural.

Celebrações incluem apresentações em feiras populares, álbum e série documental. Mestre morreu em 2012, mas deixou como legado grupo de manifestação cultural.

Em celebração à data, serão realizadas apresentações do grupo em feiras populares da capital, a partir deste sábado (21) (veja cronograma abaixo). Além disso, a memória do mestre vive por meio do álbum "O Legado do Sonho de Uma Criança" e da serie documental "Bumba Maria Meu Boi".

O disco vai ser disponibilizado na segunda-feira (16) e reúne registros em áudio do bumba meu boi de Seu Teodoro. Já a série reúne oito vídeos, publicados nas redes sociais, que mostram Tamá Freire, filha do mestre, conversando com personalidades da cultura popular sobre as tradições do boi.

Tamá Freire, filha de Seu Teodoro — Foto: Webert da Cruz/Divulgação

Tamá Freire, filha de Seu Teodoro — Foto: Webert da Cruz/Divulgação

"Nossa maior preocupação é manter tudo com as caraterísticas do boi que ele deixou, como ele gostava, realizando o ritual dos ensaios, os batizados e a morte do boi em sua essência, sem as influências externas que a modernidade vem impondo às culturas", conta Tamá Freire.

As atividades em lembrança de Seu Teodoro são organizadas pelo Instituto Rosa dos Ventos, por meio do Circuito Candango de Culturas Populares.

Bumba Meu Boi — Foto: Davi Mello/Divulgação

Bumba Meu Boi — Foto: Davi Mello/Divulgação

"O centenário acontece em um momento de muitas restrições, então pensamos em uma programação cultural que fizesse o possível para chegar perto daquilo que Seu Teodoro fazia", explica Stéffanie Oliveira, presidente do Instituto Rosa dos Ventos.

Quem foi Mestre Teodoro?

Nascido em 9 de novembro de 1920, no Maranhão, Seu Teodoro encontrou no planalto central um novo lar. Em 1963, ele criou o grupo de bumba meu boi que leva o seu nome. O mestre também era conhecido por organizar grandes festas, que reuniam milhares de pessoas no DF.

Mestre de bumba-meu-boi Seu Teodoro — Foto: Daiane Souza / UnB Agência

Mestre de bumba-meu-boi Seu Teodoro — Foto: Daiane Souza / UnB Agência

Para Tamá Freire, Seu Teodoro foi "um grande homem e professor. Tinha uma fé imensa e sabedoria ímpar".

Já para Stéffanie Oliveira, "mestre Teodoro é uma personalidade fundamental no breve, mas também profundo, caminho artístico de Brasília. A história da cidade se mistura com a de Seu Teodoro, ele é peça-chave da cultura popular, um homem movido pela fé e paixão pela família".

Confira abaixo o cronograma de apresentações nas feiras populares do DF:

  • 21 de novembro, às 16h- Apresentação no Deck Sul
  • 22 de novembro, às 16h - Apresentação na Prainha do Paranoá
  • 28 de novembro, às 16h - Apresentação Feira Permanente de Planaltina
  • 29 de novembro, às 11h - Apresentação Torre de TV
  • Com informações do G1 DF