A corporação, juntamente a Defesa Civil, constatou que o prédio ao lado está com a estrutura preservada

Televisões, colchões, brinquedos e outros pertences começaram a ser retirados do prédio vizinho que tombou. A estrutura também foi interditada na quinta-feira (6/1), após vistoria do Corpo de Bombeiros Militar do DF (CBMDF).

Os militares relataram ao Correio que itens mais leves podem ser retirados do local, pois não comprometeram o andamento das investigações. De acordo com a Defesa Civil, o primeiro laudo sobre o prédio que desabou será divulgado na segunda-feira (10/1).

Veja alguns pertences recuperados:

 

Itens de pessoas começam a ser retirados de prédio vizinho ao que desabou
Itens de pessoas começam a ser retirados de prédio vizinho ao que desabou
(foto: Rafaela Martins/ CB/ DAPress)

Itens de pessoas começam a ser retirados de prédio vizinho ao que desabou
Itens de pessoas começam a ser retirados de prédio vizinho ao que desabou
(foto: Rafaela Martins/ CB/ DAPress)

Entenda o caso

Parte da estrutura do prédio comercial e residencial que estava sob risco de desabamento, na QSE área especial 20 de Taguatinga Sul, desabou no início da tarde de quinta-feira (6/1), por volta das 14h30.

Segundo o Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF), pilares desabaram e levaram parte da estrutura junto. Mais cedo, o local havia sido isolado e evacuado, após a corporação ter recebido uma denúncia anônima.

Segundos antes da estrutura tombar, o prédio começou a ceder lentamente. De acordo com os militares, ainda há três pavimentos íntegros, porém a situação é crítica e pode acontecer outro tombamento.

Com informações do CB