Os bombeiros foram acionados e chegaram a restabelecer os sinais vitais, mas a vítima teve uma parada cardíaca e não resistiu



Uma mulher de 49 anos morreu, neste domingo (31), após passar mal e se engasgar. O caso aconteceu em Ceilândia, na QNP 36. O Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) foi acionado, mas ela entrou em parada cardíaca e não resistiu. 

De acordo com informações prestadas pelo companheiro da mulher, ela teria começado a passar mal depois de comer camarão. Ele não soube dizer se a vítima tinha alergia ao alimento. Durante o atendimento, as equipes perceberam que a mulher estava engasgada. 

Testemunhas que presenciaram o atendimento afirmaram que se tratava de um osso de galinha que teria ficado preso na garganta da mulher. 

Além dos bombeiros, uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) atuou no atendimento. Os socorristas ficaram por mais de uma hora realizando as manobras de reanimação da mulher, que estava em parada cardiorrespiratória. No entanto, não conseguiram restabelecer os sinais vitais. A Polícia Civil foi acionada para realizar a perícia. 

“Nosso socorro atuou com manobras de reanimação por uma hora e seis minutos, mas, infelizmente, não conseguimos reverter”, diz a corporação em nota.

Por Bruna Lima, do R7 / Edição Francisco Gelielçon - Estrutural On-line