Até o momento, oito pessoas foram identificadas e presas por envolvimento nos roubos. Três pessoas morreram na ação 


A Polícia Federal cumpre quatro mandados de busca e apreensão relacionados à investigação do roubo às agências bancárias da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil, ocorrido na madrugada do dia 30 de agosto, em Araçatuba, no interior de São Paulo.

As equipes têm colhido elementos durante a investigação para identificar e prender os integrantes da organização criminosa.

Os mandados foram expedidos pela Justiça Federal em Araçatuba. Em um mês, a PF já cumpriu 32 mandados, sendo cinco de prisão temporária e 27 de busca e apreensão.

Ao todo, já foram identificadas e presas 8 pessoas envolvidas no roubo aos bancos.

O ataque

Fortemente armados, os bandidos fizeram reféns e assaltaram agências bancárias. Com explosivos, eles destruíram as agências para praticar os roubos. A ação começou por volta de meia-noite. Três pessoas morreram na ação, sendo dois moradores.

Mais de 50 homens participaram dos ataques. O grupo tinha uma caminhonete carregada com explosivos e espalhou as dinamites e granadas pela cidade para impedir a aproximação da polícia e moradores.

Na ação, o grupo usou carros de luxo e blindados. Pessoas foram usadas como escudo humano e colocadas em cima dos veículos. Mais de 100 explosivos foram desarmados na região.


Do R7