O edital do concurso, que teve cerca de 100 mil inscritos, previa a nomeação de 86 aprovados e o número já chega a 143, ultrapassando em dois terços a previsão inicial.

Primeira solenidade transmitida logo após a inauguração da TV Câmara Distrital - canal 9.3, nesta segunda-feira (25), a posse dos novos servidores aprovados em concurso público para ocupar cargos na estrutura da Câmara Legislativa foi marcada por uma novidade: o presidente da Casa, deputado Rafael Prudente (MDB), anunciou os nomes e os cargos de mais 22 concursados que se juntarão aos 121 já nomeados. “Essa decisão somente está sendo possível graças a uma gestão financeira responsável”, frisou o parlamentar, que determinou a imediata convocação no Diário da Câmara Legislativa.

O edital do concurso, que teve cerca de 100 mil inscritos, previa a nomeação de 86 aprovados e o número já chega a 143, ultrapassando em dois terços a previsão inicial. “Sabemos que ainda não é suficiente. Por isso, na medida do possível, prosseguiremos com as nomeações”, garantiu Prudente. Ao dar as boas-vindas aos novos servidores, o deputado destacou o grau de qualificação do grupo e enumerou diversas ações das quais já participam da Casa. “São várias as contribuições visando à modernização do Legislativo do DF”, afirmou.

A cerimônia foi realizada no auditório da Câmara Legislativa e, devido às restrições sanitárias, contou com a presença de um grupo de nomeados, recepcionados ainda por gestores da CLDF, pelo Sindicato dos Servidores do Poder Legislativo e do Tribunal de Contas do Distrito Federal (Sindical) e deputados distritais de vários partidos, que se sucederam na tribuna parabenizando os empossados. Alguns servidores participaram da solenidade pela plataforma Zoom.

O deputado João Cardoso (Avante) observou que “os servidores públicos são os guardiões desta Casa”. Por sua vez, Guarda Janio (Pros) pediu que a mesa diretora da solenidade aplaudisse os servidores. Enquanto Chico Vigilante (PT) citou a preparação árdua e o concurso “difícil”, para lembrar: “Agora, vocês estão aqui para servir a sociedade”.

Os aprovados estão “ingressando em uma verdadeira universidade”, disse Agaciel Maia (PL), considerando que o Poder Legislativo “é uma escola de excelência, mais do que os outros poderes”. Já o deputado Reginaldo Sardinha (Avante), além das boas-vindas, salientou que o objetivo dos nomeados é prestar um serviço de qualidade. O deputado Iolando (PSC) também acompanhou a solenidade de posse.

Presidente do Sindical, Jeizon Silvério Lopes registrou que, “em momentos de dificuldades econômicas e políticas, as soluções para fazer frente à crise estão nas pessoas, principalmente servidores públicos que auxiliam o Estado a elaborar políticas públicas e a legislação”. Também desejou que sejam convocados mais servidores, além dos já chamados, com base na responsabilidade fiscal. E solicitou, em observação à legislação aprovada pela CLDF, que a validade do concurso público seja estendida, no que foi atendido pelo presidente da Casa.

Após os pronunciamentos, a servidora Júlia Koslovski Branco Figueiredo de Lima, 23 anos de idade, a mais jovem aprovada, proferiu o compromisso de posse, acompanhada pelos colegas presentes e os que participaram da cerimônia de modo virtual: “Prometo desempenhar fiel e lealmente as atribuições do cargo que agora integro, na carreira legislativa, observando os princípios da administração pública e trabalhando pelo desenvolvimento da Câmara Legislativa do Distrito Federal. Assim o prometo”.

Ao final da solenidade, o deputado Rafael Prudente entregou o Termo de Posse a Luís Felipe Silva, representando todos os servidores empossados. Luís, que é jornalista, foi internado com Covid logo após receber a ligação do presidente da Casa avisando da sua nomeação e passou dias entubado.

 

Marco Túlio Alencar - Agência CLDF