Com 17 temas, objetivo é profissionalizar cadeia produtiva e promover subsistemas de insumos, produção, extrativismo, processamento e comercialização

Para alavancar a produção de frutas na capital, técnicos da Emater-DF estão participando de capacitação em fruticultura tropical. O curso, que está sendo realizado por meio de parceira entre a empresa, a Embrapa Cerrados e a Superintendência Federal de Agricultura do Distrito Federal (SFA-DF), tem como objetivo preparar os extensionistas para atender a demanda, que vem crescendo nos últimos anos.

Extensionistas da Emater-DF já visitaram área de produção de maracujá, limão orgânico, uva de mesa e uma agroindústria que faz a comercialização de frutas e processamento de polpas  | Fotos: Divulgação Emater-DF

A capacitação faz parte da Rota da Fruticultura, que visa profissionalizar a cadeia produtiva, integrando os subsistemas de insumos, produção, extrativismo, processamento e comercialização, por meio da criação de sistemas agroflorestais, agroindustriais e de serviços especializados. Ao todo, dos 17 temas que serão tratados no curso, quatro já foram abordados: produção de maracujá, especialmente em estufa; citricultura, uva e comercialização e processamento de frutas.

Temos um movimento crescente de fruticultura no DF e a gente precisa acompanhar, trazer para nossos agricultores inovações tecnológicas na produção de frutas”Felipe Camargo, coordenador de Fruticultura da Emater-DF

Fomos a uma propriedade de produção de maracujá em um assentamento, onde o produtor aposta na fruta como garantia de renda. Já visitamos um produtor de limão orgânico, que consegue uma renda melhor do que se a produção fosse convencional. Conhecemos uma produção de uva de mesa e também fizemos uma visita técnica em uma agroindústria sobre comercialização de frutas e processamento de polpas”, conta o coordenador de Fruticultura da Emater-DF, Felipe Camargo.

De acordo com ele, a recente criação da Rota da Fruticultura deve alavancar a produção na Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno (Ride). “Temos um movimento crescente de fruticultura no DF e a gente precisa acompanhar, trazer para nossos agricultores inovações tecnológicas na produção de frutas”, argumenta.

Pesquisadores conceituados de várias regiões do país têm feito exposições teóricas aos extensionistas. Em seguida, técnicos fazem visitas a propriedades bem sucedidas nos temas abordados.

Os próximos tópicos serão frutas vermelhas, manga, abacate e banana. Para cada apresentação, será realizada uma visita técnica. Também podem participar da capacitação técnicos de outras unidades da Emater em Goiás e Minas Gerais e do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar).

Rota da Fruticultura

Rota da Fruticultura é uma ação do Ministério do Desenvolvimento Regional em conjunto com órgãos parceiros, associações e entidades locais, com objetivo de elaborar estratégias para aumentar a produção e o fornecimento de frutas para mercados internos e externos, gerar emprego e renda na região, promover o intercâmbio de experiências e tecnologias, diversificar e implantar novas culturas e fomentar e motivar novos agricultores na produção de frutas no DF e Entorno.

Com informações da Emater-DF