Na tarde dessa sexta-feira (14), policiais da 38ª DP deflagraram a Operação Gran Depósito que resultou na prisão de um homem, de 39 anos, pelo crime de receptação qualificada.

A operação foi deflagrada após o representante legal de uma empresa, fabricante de ração, ter procurado a delegacia para informar que um homem estava anunciando, em um popular site de anúncios da internet, diversos sacos de ração que haviam sido adquiridos da empresa mediante fraude.

Segundo informado à delegacia, criminosos, usando um CNPJ falso, adquiriram diversos sacos de ração na empresa, tendo ajustado o pagamento a prazo. Após, os envolvidos receberam a mercadoria em Valparaiso de Goiás, na sede da empresa de fachada, contudo não efetuaram os respectivos pagamentos nos prazos prometidos, causando um prejuízo de R$ 8 mil à empresa.

Quando foram cobrar o pagamento, os representantes legais da fábrica de ração descobriram que a empresa dos autores não existia mais no local.

Os representantes da empresa passaram a monitorar os sites de venda e encontraram um anúncio das rações efetuado por um morador de Vicente Pires.

Após tomar conhecimento dos fatos, os policiais da 38ª DP foram até a casa do autor, situada na Rua 8 de Vicente Pires, onde encontraram 78 sacos de ração pertencentes à vítima.

Indagado a respeito de tais produtos, o autor disse que adquiriu tais sacos de rações de um anunciante na internet, tendo dado em pagamento um videogame.

Em buscas na residência

, os policiais encontraram um grande depósito de produtos eletrônicos (videogames, televisões, fitas de jogo, etc), tendo o autor informado que eles eram provenientes de uma antiga empresa que possuía.

Os sacos de rações foram apreendidos e restituídos aos representantes legais da vítima. Os eletrônicos também foram apreendidos para investigação, tendo em vista a suspeita de possuírem origem ilícita.

O autor foi preso em flagrante pelo crime de receptação qualificada, estando sujeito a pena de dois a oito anos de reclusão.

Assessoria de Comunicação/DGPC

#PCDFemAção

PCDF, excelência na investigação