A alta ocupação de leitos de UTIs e o aumento nos casos de coronavírus levaram seis prefeitos da Região do Entorno do Distrito Federal a adotarem o toque de recolher e o fechamento do comércio não essencial por sete dias, inicialmente. As medidas começam a vigorar na segunda-feira (1º). A validade dos decretos é de 14 dias, mas a situação será reavaliada no sétimo dia.
As cidades que adotaram as medidas, parecidas com as tomadas pelo Distrito Federal, foram Luziânia, Valparaíso de Goiás, Novo Gama, Cidade Ocidental, Santo Antônio do Descoberto e Águas Lindas.
O toque de recolher, que é a proibição de pessoas circulando em vias públicas, e o fechamento do comércio não essencial devem ser obedecidos entre 20h e 5h.
Os decretos que serão publicados em conjunto trazem ainda a proibição de venda de bebida alcoólica após às 20h em todos os estabelecimentos, inclusive nos autorizados a abrir após esse horário, como os supermercados.
Os serviços considerados essenciais que poderão funcionar das 20h às 5h são os supermercados, farmácias, hospitais e unidades de saúde e os serviços de urgência e emergência.
Casos confirmados e mortes por cidade:
Valparaíso de Goiás: 8.947 casos e 165 mortes;
Luziânia: 8.936 casos e 173 mortes;
Novo Gama: 3.270 casos e 100 mortes;
Cidade Ocidental: 4.449 casos e 53 mortes;
Santo Antônio do Descoberto: 1.755 casos e 43 mortes;
Águas Lindas: 5.335 casos e 151 mortes.

Fonte: Notícia do Gama/https://www.apoliticaeopoder.com.br/