Léo Moura foi conhecer as instalações do local, fechado por causa da pandemia de Covid-19

O atleta (segundo a partir da esquerda) é ligado a projetos sociais que incentivam práticas esportivas | Foto: Divulgação

O Centro Olímpico e Paralímpico (COP) Parque da Vaquejada, em Ceilândia, recebeu uma visita ilustre nesta quinta-feira (21). O jogador Léo Moura conheceu as instalações do local acompanhado pela secretária interina de Esporte e Lazer, Giselle Ferreira. Além do campo de futebol e da quadra poliesportiva, o atleta também passeou pelo espaço de convivência e lazer do local.

“É com muito orgulho que apresentamos a este grande atleta brasileiro as nossas instalações”, declarou a secretária interina durante a visita. “Além do incentivo à prática esportiva, Léo Moura é um atleta ligado a projetos sociais e à importância do esporte na vida das crianças.”

Fechado devido à pandemia, o COP tem cerca de 3mil alunos matriculados em 25 atividades esportivas. Além disso, o local costumava receber mais de 5 mil pessoas aos finais de semana para diversas atividades, como a capoterapia e atividade física orientada.

Oportunidade

“É um prazer conhecer esta estrutura e ver que o Distrito Federal dá oportunidade à população de conhecer e praticar um esporte”, destacou Léo. “Nosso país precisa ter inciativas e projetos para ligar as nossas crianças ao esporte.”

Além da capoterapia, o COP oferece atletismo, bocha, estimulação básica, estimulação global-I, estimulação global-II, natação, programa de inclusão, projeto esportivo, atividade física orientada, atletismo, basquetebol, capoeira, karatê, desenvolvimento motor, futebol de areia, futebol society, futsal, ginástica rítmica, hidroginástica, jiu-jítsu, natação, pilates, tênis e voleibol.

 Com informações da Secretaria de Esporte e Lazer (SEL)