Tunico Maciel era um dos grandes nomes do motocross brasileiro

Reprodução/Instagram @tunicomaciel

Tunico Maciel, um dos grandes nomes do motocross brasileiro, não resistiu aos ferimentos causados em queda no último dia da disputa, no Maranhão

A comunidade do rally está de luto. Foi confirmada nesta segunda-feira (9), a morte de Tunico Maciel, bicampeão do Rally dos Sertões com a equipe Honda Racing, dois dias após ele se acidentar na última etapa da tradicional prova.
O acidente ocorreu no km 62, entre Bacabal e Barreirinhas, no Maranhão e fez com que a etapa fosse encerrada para a categoria, a pedido de todos os participantes.

"Com imensa tristeza o Sertões recebe a notícia do falecimento do piloto Tunico Maciel, na manhã desta segunda feira, 09/11/2020, no UDI Hospital, em São Luis (MA).O bicampeão da prova não resistiu aos ferimentos sofridos em um acidente na última especial do Sertões 2020. À família, companheiros de trabalho e aos amigos mais próximos de Tunico, a nossa solidariedade e as nossas orações. A Família Sertões está de luto", confirmou a assessoria de imprensa do evento.

Após o acidente, Tunico chegou a ser transportado de helicóptero para o aeroporto de São Luis, de onde seguiu para o UDI Hospital, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu na manhã desta segunda-feira.

Aos 25 anos, ele era um dos grandes nomes do motocross nacional e, além dos dois títulos do Sertões, foi também tetracampeão brasileiro de rally cross country.

Com informações do R7